COMPARTILHAR

A paralisação deve ocorrer a partir do dia 02 de Maio.


Se preparem, tempos difíceis estão por vir em Hollywood! O Writers Guild of America, sindicato dos roteiristas de rádio, TV e cinema; aprovou a paralisação ontem (24) nos EUA em votação quase unânime (96,3%).

A negociação com a Alliance of Motion Picture and Television Producers (AMPTP) foi retomada hoje (25) e caso não se tenha um acordo a greve terá início em Maio quando acaba a validade do contrato vigente.

Com o novo sistema da TV americana, as temporadas encomendadas pelas redes são cada vez menores, o que gera menos dinheiro para os roteiristas. A principal exigência do setor é justamente o aumento dos salários e planos de saúde. O impasse está gigantesco, com o sindicato pedindo cerca de US$ 535 milhões e os estúdios oferecendo US$ 180 milhões, ou seja, a situação parece irremediável.

Comunicado oficial da AMPTP:

“Estamos comprometidos em conseguir um novo acordo. Em 2007, a greve machucou toda a indústria e os roteiristas perderam mais de US$287 milhões em compensação que nunca foram recuperados.”

 

 


Quais produções serão prejudicadas?


A TV é mais afetada que o cinema. Grande maioria das séries da Fall Season 2017-2018 que ocorre entre Setembro e Dezembro podem ser gravemente afetadas com atrasos, diminuição de episódios e até cancelamentos. Entre elas grandes favoritas do público como The Walking Dead, This Is Us, American Horror Story, Grey’s Anatomy, Westworld, Jessica Jones e etc.

 


Quais produções não serão afetadas?


Algumas séries que se encontram com sua produção bem adiantada ou em finalização podem estar salvas. Fãs de produções como Stranger Things, Game of Thrones, Defensores, Justiceiro e Fear The Walking Dead podem ficar aliviados.

 


A greve de 2007/2008


A última greve do WGA parou Hollywood e ocorreu em quase uma década, durando cerca de 3 meses (5 de novembro de 2007 à 2 de fevereiro de 2008). O resultado da greve causou atrasos e cancelamentos de filmes e afetou principalmente a TV fazendo cerca de 60 séries ter as produções interrompidas, entre elas Chuck, Breaking Bad, Lost, The Big Bang Theory, 24 Horas, Grey’s Anatomy, Prison Break, Os Simpsons, Smallville, Two And a Half Men, Heroes, House e muito mais; gerando o prejuízo estimado em mais de US$ 2, 5 bilhões.