COMPARTILHAR

Se vocês gostam de comédia, romance, musical e uma pitada de drama, venho aqui pedir um voto de confiança: assistam Crazy Ex-Girlfriend.

A premissa da série gira em torno de Rebecca Bunch (Rachel Bloom), uma advogada inteligente e bem sucedida, formada em Harvard e Yale que vive em Nova York. Vida perfeita, não? Só por aparência. Logo no início você vai notar diversas dicas de que existe algo errado. Durante o episódio piloto, em mais de uma cena, ela olha para uma propaganda de margarina com a frase: “qual foi a última vez que você se sentiu feliz de verdade?”.

 

Josh, por sua vez, está deixando Nova York e voltando para sua cidade natal: West Covina, Califórnia – cidade pacata que fica há duas horas da praia (quatro se tiver trânsito), porque lá as pessoas são felizes.

 


Rebecca interpreta esse reencontro como um sinal e decide largar tudo: emprego, casa,  estabilidade financeira, SEUS REMÉDIOS; TUDO MESMO, para ir atrás Josh. Não, ele não sabe que é o motivo, ela nem mesma assume isso em voz alta, prefere dizer que vai para poder mudar sua vida, pois quer ser feliz, coisa que já não era há muito tempo em NY.


 

O desenvolvimento pode parecer girar em torno desse “romance”, mas analisando a fundo, consegue-se notar que é muito mais que isso. Existem muitas camadas e assuntos discutidos. Fica evidente principalmente, quando ela interage com Paula, sua nova amiga no novo escritório e também nas interações com Greg, amigo de Josh que acaba se interessando por ela. Ambos os personagens ajudam guiar Rebecca na história, levando-a para caminhos diferentes e ajudando a evoluir.

 

Música. Se você gosta de musical vai se apaixonar mais ainda pela série! Todo episódio tem no mínimo um número musical, e são tão cheios de referências, que vai de “Fred Astaire” passando por “Ginger Rogers” até “Os Miseráveis” e “Marilyn Monroe”. Os números são realmente incríveis e ajudam a contar a história. Agora devo admitir, meu número favorito é “The Sexy Getting Ready Song”, é quase impossível não se apaixonar.

 


 


Para finalizar, a série trata sobre muitos outros assuntos interessantes como sexualidade, empoderamento feminino, tristeza e depressão, amizade e muito mais. Vale muito a pena assistir e tirar suas próprias conclusões. A terceira temporada da série está em início de produção na emissora The CW, mas é possível encontrar a primeira e segunda temporada completas na Netflix. Boa maratona!